Nuit Branca

fotografia v2A noite branca é o perfeito exemplo de como Braga tem o dom de destruir grandes ideias. Recordo que há um ano no âmbito da Capital da Juventude se fez em Braga uma festa cujo convite se baseava na cor da roupa. É difícil determinar, apesar dos muitos milhares de pessoas que vieram espreitar, se foi um fiasco ou um sucesso. Depende desde logo da ambição de quem promove e não simplesmente da contabilidade e folclore que puseram a câmara e a principal oposição a trocar elogios e abraços. Em 2013, de novo, se o objectivo é com 150.000€ oferecer aos bracarenses mais uma dessas festas ocas de discoteca em grande escala e com dressing code, a aposta estará ganha. Mas se a inspiração vem dos projectos realizados em várias capitais europeias e se se pretende fazer em Braga uma Nuit Blanche – “noite em branco”, se competentemente traduzido – abrindo todos os espaços culturais à cidade em inúmeras intervenções artísticas, então não é com concertos de cachets caros e t-shirts brancas que lá vamos. E porque tudo foi feito para que ninguém desse por ela, lembro que a famosa ocupação artística de 2012 (na foto) nada tinha a ver com a noite: era a programação do elogiado Festival do Norte/Cidades Invisíveis agendado para a mesma noite e atropelado pela CEJ!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s