Downgrade


Dois dos vários elementos importantes para aferirmos a qualidade do espaço público são o mobiliário urbano e a iluminação. Braga não tem grande critério nesta área, apostando há vários anos numa miscelânea estética certamente com o objectivo estratégico de conquistar mais um dos records de que tanto se gaba (neste caso, talvez o da cidade com maior diversidade de mobiliário urbano e de tonalidades de iluminação por km2).
E, a ver pela substituição dos postes de iluminação pública que anda a ser feita, parece que a tradição é mesmo para manter! Os novos postes, em chapa, são seguramente os mais baratinhos do catálogo. E, claro, os mais feiinhos. Podem até corresponder a uma maior eficiência energética como noticiado – e aconselhado pelos fundos comunitários – mas são um enorme downgrade estético, contribuindo para a degradação e desqualificação do espaço público. Quem não se lembra da velha rodovia iluminada pelos (tão maltratados) candeeiros que terminavam com o emblema da cidade em ferro? Pois… agora a rodovia tem a dignidade de uma vulgar estrada nacional.
Mas nem sequer em termos de eficiência energética este plano de substituição parece ser muito arrojado. Na Rua 25 de Abril, por exemplo, chega a ser caricato: substituíram-se os velhos postes pelos novos de chapa mantendo-os a iluminar (apenas) o topo das árvores como vem acontecendo há anos… Será que quem concebe estes planos – e os encomenda – não anda na rua?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s