Novas Superfícies Comerciais: Reabilitar VS Construir

continentecoimbra

A competição entre as grandes superfícies comerciais tem de nos trazer mais mamarrachos para a cidade? Não! Pode aproveitar para reabilitar os edifícios existentes e desaproveitados.

Em Coimbra, dei por acaso com um Continente instalado em parte de um edifício existente na baixa, conhecido como o edifício da Auto Industrial [e a av. Fernão Magalhães é uma avenida bastante desinteressante, bem longe da nossa agradável rua 25 de Abril]

Reabilitar é isto. É não permitir que os edifícios se usem e deitem fora. Reabilitar uma cidade é não construir mais edifícios, se já temos problemas que cheguem com os que se encontram sem uso.

Há tempos fiz o mapa dos centros comerciais semi-ocupados/semi-abandonados de S. Lázaro. Contei 14, sem considerar outros espaços comerciais vazios como lojas e armazéns de rua.

Era mesmo preciso mais um mamarracho em S. Lázaro?

É para isto que se delimitam ARUs e se definem políticas de reabilitação urbana?

Não percam logo o debate às 21h30 no Café Peninsular:

É inevitável um pavilhão/supermercado na Rua 25 de Abril?

Convidados:
-José António Lameiras, eng. civil e urbanista
-Manuel Miranda, eng. civil e urbanista
-Teresa Calix, arquitecta e professora universitária FAUP

#emdefesadarua25deabril

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s