MITOS DO S. GERALDO – Nº 3: ah e tal, não há dinheiro

O que não há é estratégia. A compra a pronto pela Câmara (CMB) deve ser vista como o último recurso. Não foram os que estão contra a demolição do S. Geraldo que exigiram a aquisição. Foi a CMB que, numa tentativa de calar as vozes críticas, atirou para o ar um valor de 5 milhões. Esse valor não tem qualquer sustentação e até o Arcebispo … Continue reading MITOS DO S. GERALDO – Nº 3: ah e tal, não há dinheiro

MITOS DO S. GERALDO – Nº 1: ah e tal, esteve 20 anos fechado e só agora é que se lembraram

É verdade que durante 20 anos pouco se falou do S. Geraldo. Digo pouco porque houve sempre várias pessoas e entidades que foram questionando o futuro do S. Geraldo. Desde cartas dos leitores enviadas aos jornais até ao artigo da ASPA em Janeiro deste ano, passando pelo Programa Estratégico de Reabilitação do Centro em vigor. Na verdade, até a própria Câmara atual procurou um futuro … Continue reading MITOS DO S. GERALDO – Nº 1: ah e tal, esteve 20 anos fechado e só agora é que se lembraram

top 10

O Plano Estratégico ambiciona que Braga esteja no top 10 ibérico daqui por 10 anos, incluindo a nível cultural. Creio que o objetivo é sério. Mas não vamos chegar lá se não trabalharmos bastante nesse sentido porque a concorrência começa a poucos quilómetros daqui. O que é que significa em termos culturais estar no top 10? Poderemos continuar a não ter um espaço para grandes … Continue reading top 10

Chorar como em Lisboa?

Braga quer estudar a sério as mais variadas soluções e encontrar uma que permita assegurar ao S. Geraldo um futuro como equipamento cultural (voltar à ideia de 1924 do Salão Recreativo, com um espaço multifuncional? museu? espaço associativo? privado? público? restaurado? arranjado?), dando o exemplo ao País? Ou prefere daqui a poucos anos estar a chorar – como Lisboa ontem na SIC – a perda … Continue reading Chorar como em Lisboa?

Longa vida ao S. Geraldo!

O recém-anunciado projeto para o velho cinema S. Geraldo é uma boa notícia? Não propriamente. O que foi anunciado faz sumir de vez qualquer ideia de recuperar a enorme sala para fins culturais. Independentemente da qualidade arquitetónica do projeto apresentado, apenas se manterá vagamente uma memória do espaço antigo. Na prática, será uma praça de alimentação com um hotel. Chamar-lhe mercado cultural é, por isso, … Continue reading Longa vida ao S. Geraldo!